quinta-feira, 6 de setembro de 2012

FORBES PREVE POSSIVEL NOVA FALENCIA DA GM

Um artigo recente da revista de negócios norte-americana Forbes coloca em dúvida a sobrevivência da General Motors, e aponta que a empresa pode vir a pedir a falência novamente.
Novo Chevrolet Malibu 2013
A Forbes aponta que a gigante norte-americana dos carros tem, em 2013, uma participação de mercado nos EUA de 18%, contra 20% em 2011, e nada menos que 48,3% em 1960. Isso reflete uma tendência de perda de mercado da GM.

Outro ponto elencado é que General Motors precisa de ter uma forte presença no segmento D, que é a classe de veículos com maior volume de vendas nos EUA, entretanto o carro que ela está preparando para esse mercado, o Novo Malibu 2013, terá que enfrentar carros como o Ford Fusion, Honda Accord, Volkswagen Passat e Nissan Altima.
Pior: uma avaliação da "Car and Driver" norte-americana colocou o Malibu 2013 em último lugar quando comparado com seus concorrentes. O Volkswagen Passat foi o vencedor. E um dos motivos é que o Malibu gasta mais combustível que seus concorrentes, em decorrência de um conjunto motriz defasado em termos tecnológicos, como admitiu o atual presidente da GM, Dan Akerson, em um discurso recente.
Novo Chevrolet Malibu 2013
Outro problema apontado é o fato de o Malibu dispor do menor espaço interno traseiro de todos os concorrentes, resultado de uma opção de projeto que reduziu a distância entre-eixos em 12 centímetros. Isso faz com que o sedã da GM seja reprovado em um ponto crucial nesse mercado: espaço para as pernas.
Novo Chevrolet Malibu 2013 - interior
Como a GM não é uma marca "premium", como Mercedes-Benz ou BMW, o seu principal argumento de vendas sempre foi: "mais carro pelo seu dinheiro". O problema é que o Volkswagen Passat, hoje, é mais carro pelo dinheiro do consumidor norte-americano, e não há nada que a GM possa fazer nos próximos cinco anos (tempo de vida do Malibu) para solucionar esse problema, a não ser reduzir o preço e dar descontos, o que reduzirá sua margem de lucro, comprometendo a já fraca lucratividade da empresa.
Novo VW Passat 2013
O artigo da Forbes também compara a trajetória da GM com a da VW. Em 1965 a VW produziu 1,6 milhões de veículos, contra os 7,3 milhões da GM. A receita total da VW foi de 11% da auferida pela GM. O motor mais potente que você conseguiria em um VW era o de 40 cavalos do Fusca, contra os 425 do Impala.
Agora, na primeira metade de 2012, a Volkswagen vendeu quase a mesma coisa que a GM: 4.6 milhões de veículos, contra 4.7 da GM. Mas as receitas da gigante alemã são maiores: US$ 119, 2 bilhões contra US$ 75,4 bilhões da GM. Além disso, a margem de lucro da VW é maior: 6,8% contra 5.7% da GM.
Novo VW Passat 2013
A Volkswagen, sob a liderança de Ferdinand Piech, que é considerado o Steve Jobs do mundo automobilístico, está determinada a se tornar a maior e mais lucrativa empresa automotiva do planeta, e, exatamente agora, ela está comendo a GM no almoço.
Mas os problemas da GM não param por aí. A Volks tomou uma parte importante do mercado da GM no segmento D dos EUA com o Novo Passat, mas também está colocado todas as suas concorrentes em problemas na Europa, onde a GM está perdendo dinheiro com a Opel.
Novo VW Passat 2013
O fato é que o salvamento da GM no começo do governo Obama custou US$ 26,5 bilhões de dólares aos contribuintes americanos, e o que se questiona é se eles serão chamados novamente para salvar a empresa. Se o comparativo Malibu x Passat for um indicativo da resposta, então a GM pode sim a enfrentar novos problemas financeiros.
EU SINCERAMENTE DUVIDO

Nenhum comentário: